MegaMóveis: PER – Processo 491/14.2T8STR

Este PER é a segunda tentativa de recuperar esta empresa, que se dedicava à produção e comercialização de móveis de cozinha.

 

A empresa encontra-se inserida num cluster local na povoação de Vilar, Ourém, que se especializou na produção de móveis de cozinha, reivindicando mesmo o título de “capital do móvel de cozinha“.

 

PER – Empresa de janelas de alumínio

Este novo plano de recuperação ora apresentado apresenta uma viragem na estratégia da empresa passando a empresa a ser uma empresa de serviços, deixando se produzir e revender móveis de cozinha.

 

P2-Detalhe-PER-MegaMoveis-V08

Adenda-PER_SS_X_MegaMoveis: 5-Março-2015

Plano em votação pelos credores até dia 6 de março de 2015

Sumário-Executivo-MegamóveisResumo simplificado do 2º plano

 

A primeira pergunta será obviamente esta: porquê um novo plano se não conseguiram implementar o anterior?

A primeira resposta é que, de facto, os gerentes fizeram honestamente o que prometeram.
Tentaram honesta e genuinamente implementar o plano que conseguiram que os credores aprovassem.
Não era um plano exequível, mas era o único que os credores autorizaram.

 

Agora voltam de novo aos credores propondo o seu plano de revitalização, apenas com promessas exequíveis no contexto de uma nova realidade.

De facto, em quatro anos Portugal mudou, porque as empresas finalmente mudaram.

  • Esta empresa em particular finalmente abandonou a produção de coleções próprias de móveis de cozinha, bem como a comercialização de cozinhas de terceiros.
  • Focou-se exclusivamente na sua única vantagem competitiva, que é a sua capacidade de produzir peças lacadas para móveis de cozinha.
  • Começou a vender os seus serviços baseados na sua capacidade instalada aos seus parceiros de negócios, o cluster local de móveis de cozinha.

 

Mas a principal mudança de mentalidade veio da gestão dos recursos.
Como a banca não os financiava, perceberam que tinham no seu armazém cerca de 250 mil euros em inventário. Inventário obsoleto, mas que mesmo assim com algum esforço lhes serviu para pagar as contas de 2014.

 

Deste modo, financiados pelo “Banco Armazém” e com um novo rumo industrial, começaram a dar a volta ao negócio em novas direções, rentabilizando os seus ativos e extraindo todo o proveito do seu know-how de mais de 20 anos nesta indústria.

Voltar ao HUB dos PLANOS

PER – Empresa de software

 

João PM de Oliveira

Estratégias na R€-estruturação de Passivos

Facebook Twitter Linkedin